segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Ele

Ele,
Que não fala minha língua.

Ele,
Que compõe musica.

Ele,
Que mal sabe sobre mim.

Ele,
Que faz minha bochecha doer de tanto sorrir.

Ele,
Que tem a voz rouca.

Ele,
Que parece de mentira.

Ele,
Que pega o trem das 24:13

Ele,
Que mudou minha semana.

Ele,
Que nao sabe que escrevo sobre ele.

Ele,
Que me devolveu a paixão por escrever.

Ele,
Que canta sobre o amor, o inverno e sobre ela.

Ele,
Que me fez mudar.

Ele,
Que me trouxe toda a esperança que eu buscava.

Ele,
Que não será meu conto de fadas.

Ele,
Que nao sabe o quanto ja esta presente em mim.

Ele,
Aquele que ja virou meu melhor amigo de infancia, em poucas semanas.

Ele,
Que que eu achei nerdinho e fofo.

Ele,
Que desenha, faz poemas...

Ele,
Que se expressa nas músicas que eu ouço.

Ele,
Que nem sabe o quanto eu gosto de violão (e nada sei tocar, muito menos cantar).

Ele,
Que nunca deixou de acreditar.

Ele,
Que chegou como uma brincadeira.

Ele,
Aquele que perdi o telefone.

Ele
Que não sabe o quanto eu já escrevi sobre ele.

Ele...

Que não sabe sobre mim...

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

O quanto eu cresci?

Oi! :D

Hoje, mais uma vez, eu vim aqui resgatar o passado, la no fundo abandonado do Titanic.

A minha pergunta de hoje é: O quanto eu cresci?

Ai que pergunta complicada! Eu não sei se sei responder, por mais que eu saiba da resposta hahaha! Eu, euzinha, acho que cresci muito! Acho que amadureci, que aprendi, que entendi - sabe aquelas coisas que sua mãe dizia "quando você crescer, você vai entender?", entao, entendi!
Eu mudei sim! Além das mudanças comuns que vem com o próprio tempo, essa experiencia, pelo menos pra mim, se multiplicou por 10.
Quando a gente muda de tamanho - tanto de roupa, quanto de coração - acaba deixando certas coisas pra tras, certo? Eu acho que perdi minha capacidade de acreditar na bondade, mas nao de todo mundo, só um pouco. Na verdade não é bem assim porque eu ainda tenho uma puta coração de manteiga, e sou sempre boazinha, mas acho que grande parte dessa "inocencia" se foi.

Confesso que tambem perdi um pouco da minha fé... Não deixei de acreditar em Deus, e isso nunca vou deixar, mas deixei sim, um pouco, aquelas rezas a noite, pedindo por isso ou aquilo. Acho que acabei endurecendo. Mas fé é uma coisa muito importante na vida da gente, e eu sei que não posso deixar isso de lado, nunca. Eu sei que Deus esta sempre la por nós, mas ultimamente, só tenho vivido... Esqueci um pouco de agradecer. Acho que me esqueci de acreditar nos milagres que já vivi.
"Amadureci" minha inocencia, se assim puder falar... Esqueci daqueles sonhos bobos... Acordei.

Conheci aquele amor, sabe? Amei meu dois pequenos como tudo na minha vida! Amei cada sorriso e cada abraço... Mas isso eu sempre fiz :D

O quanto estou crescendo? Mas eu ainda estou aprendendo, ah se estou!! Ta faltando um pouquinho de coragem, um pouco mais de  fé, ta faltando um pouco dos sonhos bobos.
Talvez ito mais em conto de fadas (mentira, pois na Disney a gente vive tudo o que ve nos filmes e acha tudo tao mágico e perfeito!!!)

Eu vim aqui pra falar que, a gente é tão boba as vezes, acha que tudo vai ser perfeito e bla bla bla... Eu me vejo tão assim quando releio os posts anteriores. Mas não que não seja perfeito, só digo que nós somos muito inocentes as vezes... Eu aposto que vou ler isso daqui uns anos e pensar a mesma coisa!
Adoraria que a vida fosse perfeita, mas não é!
Só acho que tudo a gente tem que saber fazer o "perfeito" para nós. Eu ainda estou aprendendo, que não posso deixar o meu "sim" para alguém, ser um "nao" para mim. E quando digo de fazer ficar perfeito, é disso que estou falando: nada é perfeito por si só, mas nós, como ser pensantes que deveríamos ser, temos a capacidade de fazer tudo ficar melhor. Temos o direito e o dever de melhorar o que não está bom.

Isso é o que eu estou tentando fazer! Sei que só faltam dois meses pra eu ir pra casa, mas nunca é tarde pra mudanças, nunca é tarde pra nada! Nem mesmo pra amar!

See ya folks

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Um oi na maior cara de pau!

Oi gentem!

Hoje me deu uma saudade de ler como foi meu processo de Au Pair, e dai eu resolvi olhar o blog!
Caramba, que saudade! Da pra acreditar que eu ja passei por tudo isso? Meu processo foi tao legal. Eu olhei praticamente tudo, li, reli, senti saudade e fui relembrando cada detalhe.

Descobri tanta coisa! Descobri que me encontrei, e to perdida. É confuso, eu sei!

Uma parte de mim ficou meio de lado, e acho que quero essa parte de volta. E descobri outra parte de mim, ou melhor, resgatei outra parte de mim e agora preciso juntar os meus "melhores pedaços"!

To aqui pensando se volto com o blog ou não.

Quando a gente quer ser Au Pair, procura um monte de blog, dica, video, panfleto, quer opniao, quer ajuda, quer apoio, corre atras, faz, se vira!
Eu nunca vi uma menina continuar com um blog pos Au Pair (pelo menos nao os que eu acompanhei) e, sinceramente, acho que essa é a parte mais hard sobre o programa. Mas quem é que vai querer saber da minha vida? Eu mesma! E se alguém estiver no mesmo barco, naquela pressao pre fim de programa, sinta-se em casa!

Filosofando com meu coracao apaixonado pelo outono e inverno - que sempre me deixam mais sensivel e pensativa, aqui estou eu, pensando o que farei da vida depois dessa mudanca.
Ja nao sei se o que era certo ainda é. To dividida, to espalhada e to perdida... tudo num bom sentido.

Quando li sobre mim mesma, quando reli minhas palavras, quando me vi, como se fosse fora de mim eu percebi que isso é tão impotante quanto frustrante. É bem foda quando voce escolhe escancarar sua vida, mas ao mesmo tempo, se ver de fora é tao legal, e te faz ver o quanto legal voce ja foi, o quanto voce ja cresceu, e meu Deus, como a vida nao é nada se não ha amor, amigos e familia!
A gente passa a escuridão, a gente passa a alegria, e esses "records" que mantemos são importantes!

Eu resolvi mudar o nome do blog, pois isso agora sera uma recordacao da minha pessoa para esse mundo tao pequeno e de tanta gente que vale a pena!

E voce, futura Au Pair, ou voce Ex Au Pair... o que pensa do pos programa?