sexta-feira, 18 de março de 2011

Aprendendo a errar

Tem acontecido tanta coisa na minha vida, mas tanta coisa ao mesmo tempo que a vezes acho que sou a super mulher (fico louca as vezes, mas to dando conta entre um desepero e outro, um choro aqui e outro acolá) rsrs. Não vou dar conseelho nenhum pois sou a pessoa mais indecisa desse mundo, quero muitas coisas e todas ao mesmo tempo, acho que tenho que aproveitar tudo, mas ao mesmo tempo acho que não deveria ter 'abraçado o mundo'.

Sabe, acho que pra ser au pair tem que ter muuuuita coragem, muita determinação, força de vontade, otimismo, apoio (mesmo sabendo que muitas girls não têm esse apoio), ser sonhadora, louca, espontanea, e principalmete temos que aprender a errar.

Não sei como explicar.
Desde minha decisão de ser au pair e de muitos fatos ocorridos na minha vida de uns dois anos pra cá, tenho percebido que todas as vezes que decidi seguir minha opnião, ser teimosa e até mesmo ser cabeça dura, percebi que cada sentimento valeu a pena, cada minuto de reflexão, cada decisão tomada. Mesmo que a reação tenha sido positiva ou negativa, sei que fiz o que achei certo e estou aprendendo sempre, mesmo errando!

Se fossem outros tempos sei que estaria numa vida de boneca de pano, que diz sim pra não magoar, que concorda e sorri quando na verdade queria gritar e chorar,  que quer agradar pra ser aceita, que morre de vergonha...
É muito bom querer assumir os próprios erros, te dá mais autonomia, coragem...
Estou no processo de aprendizagem ainda, mas um dia chego lá. Sei que estou com essa coragem toda, porque mesmo que a gente negue, temos nosso porto seguro aqui. Sabemos que por mais decididos e mesmo achando que temos certeza de tudo, no fundo, no fundo estamos tranquilos porque se o barco afundar, você sabe que tem alguém.

É dificil explicar o porque de algumas decisões que tomamos, pois apenas sentimos. E é isso, o programa de au pair não tem exatamente um motivo, talvez tenham vários, mas só sei que sinto.
Sinto que é um momento que devo viver agora, sabendo que nada será fácil como imagino, mas e daí? Quero sonhar e quebrar a cara, ou não! É uma necessidade, uma loucura, uma busca por mim mesma, um vontade de crescer pessoal e profissionalmente. Algo que só eu sei, só eu sinto. É meu tempo.

Será que um errro? Talvez sim, talvez não... sei lá.
To deixando pra trás o conforto do colo da mamãe, a familia, os amigos, as facilidades, o namorado e todo o apoio que ele me dá... to abrindo mão de uma vida coformada e 'fácil', mas sei que é pro meu bem! E como diz "É errando que se aprende"

"But we're never gonna survive, unless we get a little crazy"
 
Por hoje é só
See you soon!
XOXO

Um comentário:

  1. Escreveu muito bem....
    Me sinto assim tbm... faço das suas as minhas palavras!
    Vamos Aprender muito e na verdade ja estamos apredendo, porque esse processo desde o começo exige paciencia, dedicação, auto controle, auto conhecimento.
    Boa sorte pra nós!

    ResponderExcluir

Deixe seu recado pra esse post!